Gosto de ficar sozinho. Não sou “antissocial”, muito menos odeio as pessoas. Eu apenas combino comigo mesmo. Sem contar que sempre gostei da minha “solidão”, da minha bagunça, do meu quarto vazio. Por mais estranho que isso seja, me faz um bem danado.
Marcos Filipe.  (via transcreveis)
O amor é uma amizade sem inveja. É um sonho com realidade. É uma realidade sem photoshop. O amor é um abraço apertado, um olhar que se encontra, um silêncio que não incomoda, um barulho de onda, um gosto bom.
Clarissa Corrêa. (via inverbos)
Espero que eu me encontre. Sei que muitas vezes a vida faz com que a gente se perca, se deixe, esqueça do que é importante.
Clarissa Corrêa.  (via inverbos)
Amo aquilo que acrescenta, alivia, ampara e faz sorrir. Detesto indelicadeza, agressão gratuita, deboche velado e quem deixa o ambiente pesado.
Clarissa Corrêa.   (via inverbos)
Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real.
Clarissa Corrêa. (via inverbos)
Tanto homem por ai, querendo uma mulher interessante igual a você, e você ai perdendo tempo atrás desse menino? Acorda amiga, mulher precisa de homem, e homem precisa de mulher. Meninos só precisam de uma mãe e um playstation.
Tati Bernardi.     (via inverbos)
Você com uma só palavra me arrancava um sorriso, do mesmo modo, com apenas uma, me fez transbordar em lágrimas.
Jhonata Riscovisk. (via verborizar)